Menu Principal
Quem está Online
1 visitantes online (1 na seção: Notícias)

Usuários: 0
Visitantes: 1

mais...
Geral : DENGUE
Enviado por Vera Lucia Swerts Manso em 02/04/2008 (2052 leituras)

Enviado pelo Dr. Marcus Renato de Carvalho - 20/3/2008 Estamos em uma EPIDEMIA de DENGUE: CRIANÇAS estão em risco A sociedade está perplexa com o descaso e descuido dos governantes da cidade, do estado e do país por terem permitido esta virose grave, mas de fácil controle chegar a esta situação.

Os pediatras fazem um alerta a população: Crianças e adolescentes que apresentem FEBRE no máximo há 7 dias. Se a febre (no máximo há 7 dias) vier acompanhada de + 2 dos seguintes sintomas: dor de cabeça, dor nas articulações, dor nos músculos, desânimo, manchas no corpo, vômito, diarréia. Devem ser levados a uma Unidade de Saúde, pois pode ser Dengue. Em caso de dor abdominal intensa e contínua, vômitos persistentes, palidez, tonturas. Procurar imediatamente Unidade de Emergência, pois estes são os sinais de alerta das complicações da Dengue. ATENÇÃO: O controle da Dengue depende de todos. A melhor intervenção contra Dengue é terminar com os focos dos mosquitos. O QUE É DENGUE? A Dengue é uma doença causada por vírus, que se manifesta por febre alta, dor de cabeça, dor nas juntas, fraqueza, falta de apetite, manchas vermelhas na pele, e em alguns casos, sangramentos da gengiva e do nariz. Ela é transmitida às pessoas através do mosquito Aedes aegypti, que se reproduz em água parada. A duração da doença varia de 5 a 7 dias, e não há tratamento específico. A pessoa com dengue deve ficar em repouso, beber muito líquido e só usar remédios para aliviar a dor e a febre, com orientação médica. Medicamentos que contenham ácido acetil salicílico (AAS, Melhoral, Aspirina e outros) não podem ser usados. COMO EVITAR A DENGUE? O controle da doença depende do combate ao mosquito, portanto alguns cuidados devem ser tomados em casa, no trabalho, na escola: 1- Nunca deixe água parada em qualquer tipo de recipiente, como garrafas, copos descartáveis, bacias, pneus, pratos de vasos de plantas e xaxins, entre outras; 2- Guarde as garrafas vazias de cabeça para baixo; jogue no lixo copos descartáveis, tampinhas de garrafas, latas, e tudo que acumula água. Mantenha o lixo fechado; 3- Não esqueça de tampar as caixas d?água, cisternas, poços e outros depósitos d?água, e limpe as calhas e as lajes das casas; 4- Limpe os bebedouros de aves e animais com uma escova ou bucha e troque a água diariamente. 5- Regue as plantas com a seguinte solução: 1 litro de água + 1 colher de chá de água sanitária. 6- A colocação de água sanitária em ralos é aconselhável por ser esta larvicida. 7- O uso de alguns repelentes por períodos prolongados acarreta o risco de sensibilização e toxicidade. Converse com seu pediatra sobre o mais indicado para seu filho. 8- Durante epidemia de dengue, nas creches e escolas onde haja grande quantidade de mosquitos, é recomendável o uso de inseticida spray sem cheiro, respeitando-se as seguintes condições: * Aplicar antes das 7h e entre 17h e 18h. Os mosquitos picam preferencialmente durante o dia. * Aplicar somente nos cantos, atrás dos armários, debaixo de mesas e outros ?cantos escondidos?, com o inseticida voltado para baixo. * Recomendamos que nos horários em que o inseticida seja aplicado, as crianças sejam retiradas da sala.

Classificação: 0.00 (0 votos) - Classifique esta notícia -
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.